sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Mensagens do Universo - A Natureza não dá saltos, mas não comporta estagnações - Mestre Sireus

...e assim trabalha a existência: tudo o que nela imantamos será vivamente “devolvido” às nossas mãos, porque a ela fornecemos todos os “ingredientes” para serem transformados em experiências de conteúdo próprio aos “compostos” que à vida cedemos.

Se sintonizam a Luz, se seus pensamentos, ações, vibram na Luz, só poderão gerar vida em Luz.

Se arranham os sacramentos do viver em consciência da ética, do amor, estão fornecendo à vida níveis de vibrações que formarão os espinhos que em algum momento de suas existências os ferirão - não como um castigo divino, que não existe como meio celestial de elevação da criatura – mas como a simples troca de uma causa por um efeito, no cumprimento de uma das Leis de regência da Criação.

Viver é um campo aberto de possibilidades para o plantio no aqui e no agora, da colheita do amanhã. E este é um trabalho totalmente livre, de responsabilidade exclusiva da criatura.
Quando se vive o presente integrados com os sentidos da vida elevada – e isto não significa estar isento de cometer erros, dos conflitos inerentes à condição de Ser em evolução – o caminho é ornamentado das belas flores que cultivamos no solo do viver imortal.

Estas sementes carregam as verdades do ser.
De nada adianta a criatura agir em prol de uma nobre causa, sem ter dentro de si a vibração que transmite ao universo as suas verdadeiras intenções.
O ato só tem valor se conseqüente a um sentimento, a uma emoção, a uma convicção que brota do seio da alma. Do contrário, se torna uma ação de pretensões egóicas, que contabiliza os possíveis lucros para si mesmo, nem que seja o reconhecimento, o estímulo à vaidade, a algum atributo pessoal.

Portanto, selecionem os seus pensamentos, revendo os conceitos que os alicerçam o viver. Sustentem o movimento de suas vidas na Luz. Este é o melhor conselho que podemos dar-lhes para que vivam orientados pela certeza de um luminoso amanhã, que será o reflexo das sintonias que vivenciam no agora de suas existências.

É muito importante que superem o possível comodismo interior, que sabemos ser o modo comumente utilizado pelo ego para prolongar a sua pretensão ao domínio da mente.
E importante trocar horas de sintonias infrutíferas por momentos de reflexão, de mergulho no seu âmago em busca do contato com os seus ideais divinos.
É preciso um trabalho de auto-conhecimento para saber o que realmente os importa neste momento como projetos de vida. Aliás, quais são os seus projetos de vida?
Somente diante destes pontos esclarecidos, se pode avançar no trabalho do plantio e colheita conscientes pelos caminhos da vida.
Viver no mundo onde as ilusões existem para servirem de instrumentos de revelação da Verdade, pela queda dos véus que encobrem a visão plena da consciência, vem a ser um desafio para a alma, que no entanto consigo traz todos os Princípios para cumprir esta sua missão.

Como enfatizavam os mestres que me precederam nestes contatos:
“A natureza não dá saltos, porém não comporta estagnações no seu caminho de elevar-se de semente à vida plena, em constante renovação.”

Assim, como parte da Criação, são igualmente sementes de Luz que se elevarão em vidas plenas.

Se os saltos não fazem parte de sua natureza, da mesma forma não o faz a estagnação na sua rota de ascensão.

Tenham este íntimo propósito a guiá-los no seu dia-a-dia.
Reconheçam-se como criaturas movidas pela ação que revela a sua condição interna diante dos trabalhos pela sua evolução e pela evolução do Todo.
Não há mais tempo para continuar postergando a decisão de trabalhar pelo sonho de liberdade da consciência.

A Era de Libertação é realidade incontestável no presente Ciclo de Aquarius, e deve ser compreendida como uma Era de mudanças profundas no inconsciente da humanidade, que verá o trabalho do universo - indivisível conjunto de expressões da Criação - voltado para o processo de ascensão consciencial previsto e já em curso, do planeta Terra.

Não temam, somente confiem e trabalhem junto com o Cosmo por esta causa.
Vocês são colaboradores da Luz, cedidos para o amparo das vivências transicionais que tem sido observadas por todo o planeta.
A Luz que estão conectando e emanando é fundamental para os atuais e próximos eventos movimentadores dos caminhos de elevação vibracional ao qual todos os seres, todo o planeta, está sendo submetido, e que tem nesta movimentação de energia o princípio consolidador da seqüência de ordem do Novo Tempo da Consciência.

Transmito-lhes o meu celestial raio Cobre, para que os envolva em Amor,
Mestre Sireus – Antares – raio Cobre


Canalizado por Conexões de Luz em 19.02.2006

3 comentários:

Carmen Monteiro disse...

sim , nossa Luz... qto ainda a limitamos... o qto ainda a aprender, né?

bjos , Clau

e muita Luz!

Palavras de Osho disse...

Sim, a vida faz ecos. Tudo o que fazemos acaba voltando de alguma forma.

bjs

Carlos Bayma disse...

Muito bom o texto! Precisa ser lido e relido.