domingo, 2 de novembro de 2008

Amanhece - Mestre Conscius

Amanhece.

O céu sobre a esfera Mãe-Terra, cobre-a de azul.
Vibram os mantos de Luz cor de ouro, chamando mansamente as criaturas para viverem um novo despertar.
Cantam pássaros, levando sons suaves às expectativas de um dia terreno de paz.
Sopra brisa amena sobre a vida, movimentando-a pelos verdes campos;
Sopram fortes ventos, para levar chuva aos pastos do mundo...
Surge a manhã sobre as almas, que despertam sonolentas para a sua contínua marcha de evolução.
Almas ainda inconscientes do porquê de suas idas e vindas, movendo-se somente pelo instinto de sobreviver...
Tantas outras, como possuídas por estado de permanente sonolência, não despertam conscientes de sua razão de "Ser"...
Almas errantes; almas apressadas em sua ânsia de vencer...
Almas tontas que ainda refletem a cegueira para o presente, que não conseguem sequer como almas se ver...
Almas outras que já expressam o seu estado de consciência pelo andar sobre o seu viver.

Rompe-se em dia, a noite que descansou os corpos, renovando o chamado da vida às almas, para seguirem o trabalho cotidiano por seu aperfeiçoamento.

Vibra o Amor , elevam-se os Anjos pelos 4 pontos da circunferência azul...
Vibra a Compaixão pelo éter da manhã, trazendo a Divina Presença à grande Aura terrena de Luz.

Todos os elos da providência cósmica, são silenciosamente, a cada chamado, colocados vibrantes no seio das almas, para que elas se volvam do seu Raio, de sua celestial razão.

Como os sulcos da Terra, a Luz preenche os sulcos da alma, cedendo-a força pela dourada chama, sustentando-a em seu presente, sustentando-a no seu possível amanhã.

Como o sol, se movimentando de leste a oeste, em seu ciclo próprio de projetar Luz, as almas se unem à sua presença, como suporte para o seu ciclo de viver cada dia, em toda sua plenitude de ser.

Que sobre a noite de descanso, a alma desperte para o seu existir terreno, vibrando no sol que a chama para a experiência de mais um dia, de mais uma chance única, de viver...

o Amor que tem para doar;

a Verdade que já pode revelar;

a compreensão que já pode manifestar;

a Luz que já pode irradiar;

a sabedoria que já possa transmitir;

não negando as suas fraquezas, nem suas imperfeições,

mas participando ativamente de suas transformações...

Mais uma manhã descortina-se sobre cada vida, convidando a alma a despertar e abraçar as vibrações que a chamam a existir, a mover-se, a cruzar as fronteiras do comodismo, do apenas "viver por viver", para realizar -se em espírito, em Verdade soberana. para revelar todo o seu potencial como divino Ser.

* canalizado por Conexões de Luz, em 2.11.2008

Um comentário:

**STELA** disse...

Linda Mensagem!
Obrigada por compartilhar
Beijos de Luz!!!
Stela
:o)