terça-feira, 11 de novembro de 2008

À alma que vive a partida de um ser amado deste plano- Mestre Conscius (Antares)


“Chora a tua saudade, ela expressa a tua dor,
mas não a chores com a alma esquecida, de que te amparo o vivo divino amor.

Chora a tua saudade, ela expressa agora o teu desespero,
mas não a chores com a tua alma em revolta:
morre somente a carne,

segue vivo, o espírito ileso.

Chora a tua saudade, ela sufoca a tua alma,
mas não a chores com incertezas dentro do teu coração;
sobre a realidade, que te parece tão sem sentido,
há uma misteriosa causa, uma sempre coerente razão.

Chora a tua imensa saudade, ela é teu coração, que a presença do ser querido clama,
mas não a chores com medo de não suportar a dor; com medo de vivo, em tristeza morrer,
A vida mestra sempre se encarrega, de coragem e de força, a tua alma prover.

Chora a tua dor, ela é mais do que motivada,
somente a tua alma sabe , todas as razões para tanta dor sentir,
mas sobre cada lágrima permita, por amor à vida que neste plano silencia,
que a Luz se faça em cores, para pelo seu manto a cobrir.

Chora a tua angústia, ela é vulto presente,
que cobre neste momento as portas da tua compreensão;
mas não a chores como uma presença bem-vinda,
dê a ela o tempo somente, de expressar a sua momentânea indignação.

Permitas chorar também a tua loucura,
se é louco que te sentes diante da partida que não pudestes evitar,
mas em meio ao tormento da tua alma, te lembres,
tua consciência é Luz, e pode a tua loucura clarear.

Chora a morte se ainda sentes, o pesar da temporária separação,
Mas que te acompanhe a segurança sempre,
que somos em verdade Luz eterna, que em carne ou espírito,,
são partes de uma única e perfeita Criação.

Agora que chorastes, expire a tua dor, expire a tua revolta,
Expire todas as tuas defesas para a morte, seja a tua, a do amigo, dos pais, do filho, a do irmão, aceitar;
Expire, movimente o ar, transmute cada vez mais a tua aura triste,
Que em tua alma sentirás lentamente, a sua dor se acalmar.

Inspire a energia de tua própria vida,
Inspire a Luz que te envolve com todo amor,
Inspire o Poder que te sustenta o caminho,
Inspire a coragem que te impulsiona a ouvir o seu chamado à vida, a atender o seu íntimo clamor.

Sustente a cabeça olhando para o alto,
O que vês é céu, é azul, é pura beleza;
Não importa se é dia, ou se ora é noite,
Tudo é vivo, é apenas 2 faces de uma sólida certeza.

Certeza de que há muitos mistérios na Criação,
Que ainda não estamos prontos para desvendar,
Mas a nos guiar , a Verdade absoluta,
De que iremos um dia, desta Verdade todos comungar.

Sofrer é inevitável, neste plano de apegos,
Neste plano de medos , de tanta ilusão;
Mas a movimentar a vida, está a roda,
Que nos mostra que ela, a vida, é corrente de águas,

que segue seu curso em busca de incessante renovação.

Por isto, a contento da vida,
Há Poder em teu coração, para a dor superar,
Viva o Hoje, seja a Verdade que sentes,
Ama sem limites, tua alma precisa o seu potencial de amor liberar.

Saiba seguir o teu momento presente,
Vivendo o destino que te cabe percorrer;
Viva consciente que as tuas escolhas, irão, com suas vivências,
de prosperidade ou de dor, o teu caminho prover.

Viva, Realize, Sonhe, Concretize, cumpre confiante a tua missão;
Pratique a cada dia a superação dos limites, que te julgues pronto para vencer;
Verás ao “fim” que na vida tudo é movido pelo seu desejo,
De nos ver livres da dor, prontos para em verdadeira felicidade viver. “


Mestre Conscius
ditado a Conexões de Luz, em 11.11.08

Um comentário:

**STELA** disse...

Linda mensagem!
Fez um bem danado ao coração.
Obrigada por compartilhar!
Beijos de Luz,
Stela