quarta-feira, 8 de abril de 2009

MEDITAÇÃO E MANTRAS - MESTRE SIREUS (ANTARES)


Muitas das vezes faz-se necessário o controle da mente, reticente em manter o ser subjugado ao seu redemoinho de ilusões.
Este trabalho requer um somatório de condutas perante as demonstrações fixas e recorrentes de poder com o qual o ego cerceia os pensamentos, levando a repetições dos padrões comportamentais reativos, praticando o totalitarismo, próprio das vidas ego-conduzidas.

Para sair deste círculo egóico, é preciso mergulhar e criar sintonia com a Consciência , elevar-se até o âmago de Luz, onde se encontra o real Poder, a paz, o centro soberano de iluminação.

Como alcançar este Templo de Amor, Pureza e Sabedoria? Como vislumbrar este contato com a Essência una com a Criação?
A Consciência pode ser “acessada” por diversos caminhos que são sempre vivenciados de modo pessoal. Portanto não é possível traçar um via de elevação e ampliação dos níveis conscienciais, sequer redigir um manual que mapeie este traçado, porem são conhecidas e compartilhadas experiências subjetivas que levaram a uma serie de práticas, que auxiliam no movimento introspectivo proposto e que sustenta a conexão elevada com a Presença Crística, com o Eu divino que somos todos em essência.
Dentre estas experiências, uma das mais praticadas é a evocação de Mantras de Elevação à Consciência Universal, que mantém conectadas todas as Consciências individualizadas pela Criação.
Somos Consciências universais, manifestadas como Princípios Divinos Individualizados, e esta Consciência é suprema frente a quaisquer conceituações mentais.
É preciso portanto, determinação para exercitar esta supremacia da consciência. E isto é perfeitamente realizável por vocês. Isto é dependente da sua própria vontade e perseverança.

Como dizíamos, os Mantras auxiliam no processo de introspecção a níveis profundos, levando a uma dinamização do campo vibracional de até 300 vezes em média, abrindo percepções sensitivas, preparando o ser para o mergulho na sua Luz, no seu âmago divino.

Os sons que sustentam os Mantras são “propulsores energéticos” capazes de sintonizar a criatura com suas Verdades Conscienciais , que acrescentam uma ordem elevada à vida e revelam a Luz que habitualmente se encontra sombreada pela mente ego-centrada.

Todo o potencial crístico de Luz está presente no Seio Consciencial da criatura.
A Luz não se “acende” em nós. Ela é plena desde a criação, e sustenta todo o propósito existencial da criatura.

A Luz necessita no entanto ser revelada, descortinada, através dos “vôos” pessoais de superação dos estados egóicos que a sombreiam e vetam a livre troca com a essência reluzente do Ser.

Os Mantras podem ser individualmente criados, como uma entoação pessoal, vibrando sons pessoais que tenham o poder de sintonizar o ser com sua Presença íntima de Luz.

Há os Mantras sugeridos e difundidos por congregações celestiais, que sintonizam egrégoras cósmicas que reforçam a conexão interna com o âmago crístico da criatura e possuem a reverberação capaz de acelerar o “Quantum Poder” do seu campo vibracional.

A maioria dos iniciantes da prática de meditação costuma relatar uma resistência mental capaz de manter o individuo sob estado de exaustão, porque simula uma guerra de poder, próprio do ego cercado e ameaçado pelos propósitos de elevação.
Nestes momentos não se deve exigir silêncio da mente. Ceda-a espaço e tempo para expressar a sua realidade cheia de contradições. Isto a fará cansar e logo perderá força para conduzir a própria razão.
Uma mente cercada de Luz, de sons elevados, preferencialmente sustentada pelo coração vibrando no Amor, não resistirá aos apelos presentes nesta experiência respaldada no todo Poder da Divina Presença pessoal, do EU SOU.

Não desanimem.
A resposta da Luz é segura e poderá ser diariamente observada no movimento da vida.
Se ponham a trabalhar pelo que é real e verdadeiro em suas vidas: pelo PRESENTE conectado a sua condição de “iluminado por natureza” e comece a descortinar a sua Luz.
O caminho?
O Amor, por ser a única vibração capaz de refletir a condição crística que os sustenta;
O Perdão, por ser a única vibração capaz de pacificar os corações impregnados de egóicas razões;
O Tempo, por ser o único elo de conexão com a realidade própria da 3ª dimensão. Use-o com propriedade e verá o ontem se transformar em esfumaçada memória dos erros e acertos que os permitiram crescer, evoluir.
A Responsabilidade, prima do Comprometimento com a sua própria elevação.

Resta-nos propor uma prática simples de meditação entoando o manara escolhido por cada um para ser o instrumento de elevação vibracional e consciencial.

Repouse o seu corpo de modo confortável para que não sofra tensões prejudiciais a pratica meditativa.
Suas mãos devem ser colocadas em repouso supinado (*palmas voltadas para cima), reforçando a transmissão e recepção da energia.
Vibrem inicialmente no plexo solar, percebendo o movimento ins e expiratório enquanto respiram o croma azul-esverdeado de depuração e sustentem este primeiro exercício vibracional por alguns minutos, até se sentirem harmonizados.
Agora é hora de começar a entoar o mantra escolhido previamente e vê-lo sair de sua boca como um som colorido pela cor Pérola, com seus pontos brilhantes que vão lentamente criando um campo reluzente em forma de pirâmide ao seu redor.
Quando este campo estiver completamente formado, vá lentamente diminuindo o som emitido do mantra, até silenciar totalmente o “cântico” .
Permaneça dentro desta pirâmide etérica de luz Pérola e mantenha-se neste Poder até que intuitivamente comece a retomar os sentidos próprios deste plano.
Durante este processo de retorno, vá expandindo esta pirâmide de Luz até que ela resplandeça por todo o vivo campo de energia que transpõe os limites da sua visão.

Procure praticar este “Encontro com a Luz” sempre que puder, mas não o tenha como uma prática secundária em sua vida. Isto é tão importante quanto exercitar o corpo físico para a saúde plena de todos os corpos que os sustenta neste plano.

Todos os praticantes de meditação, não importa a forma peculiar de vivenciá-la, representam sabidamente uma pequena parte da humanidade, principalmente da ocidental.
A relevar o seu inesgotável Poder de transformação, de acionar Princípios divinos silenciosos no ser, de revelar a Essência elevada que está encoberta pela mente orientada pelo ego.

Para a meditação não há qualquer contra-indicação. Não há superdosagem, posto que é composta de Luz; não há efeitos colaterais, posto que sua pureza é confiável em 100% dos tratamentos; e não há subtração dos seus benefícios com o uso prolongado, posto que todo o seu Poder se concentra num único e vivo Princípio que não esgota a sua capacidade de elevação em longos tempos de prática: o mar de rica Luz no qual todo o Universo se encontra envolvido.

Que Raios de Luz Cobre envolvam as suas auras,
Mestre Sireus, de Antares
Canalizado por Conexões de Luz em 07.04.200



Um comentário:

Patrícia disse...

Obrigada!..
Namasté!